História resumida em fatos do Teste de Software

18 de Maio de 2019

Emerson Rios

Ano

Fato

Descrição

40s

 

 

1947

Lançamento do Mark II

Lançamento nos EUA o primeiro computador para fins comerciais. Data desta época o aparecimento do termo bug para caracterizar um defeito.

50s

 

 

1957

Tabelas matemáticas e outras ajudas à computação

Charles L. Baker fazendo um estudo sobre o livro Digital Computer Programming (Dan McCracken) estabelece uma distinção entre tirar defeitos e testar software.

60s

 

 

1961

Computer Programming Fundamentals (Leeds e Weinberg)

O livro Computer Programming Fundamentals apresenta um capítulo sobre teste de software.

1962

Inventado o mouse

Douglas Engelbart lançou o mouse.

1967

Avaliação de testes funcionais em programas controlados

Num trabalho publicado pela IBM William Elmendorf fala numa abordagem para os testes funcionais.

1968

Relatório da OTAN fala sobre Garantia de Qualidade de Software

Um relatório publicado numa conferência sobre Engenharia de Software e patrocinado pela OTAN fala sobre qualidade de software (outubro de 1968)

1969

Teste mostra a presença e não a ausência de defeitos

Dijkstra usa essa afirmação falando numa conferência para o comitê de ciência da OTAN na Itália (outubro de 1969)

70s

 

 

1970

Publicada a primeira versão do modelo de desenvolvimento em cascata

Wiston Royce publica um artigo na IEEE falando sobre o modelo de desenvolvimento em cascata (Gerenciando o Desenvolvimento de Sistemas muito grandes)

1973

Métodos de teste de programas

William Hetzel com o apoio da Universidade da Carolina do Norte publica o livro Métodos de teste de programas.

 

Gráfico de causa e efeito

William Elmendorf desenvolve o gráfico de causa e efeito.

1975

Fundação da Microsoft

Em 2009 a Microsoft  tinha nos seus quadros mais de 10 mil testadores.

 

Lei da falta de confiabilidade

Gilb publica as suas leis da falta de confiabilidade na revista Datamation, que entre outras coisas dizia: A capacidade de encontrarmos e manusearmos defeitos de qualquer sistema serve como base para entendermos os defeitos que nós não iremos nunca encontrar.

1976

Inspeção de códigos e de documentos

Michael Fagan num trabalho publicado pela IBM propõe a inspeção de códigos para reduzir o retrabalho.

 

Fundação da Aple

 

 

Complexidade ciclomática

Thomas McCabe introduz o conceito de complexidade ciclomática como uma métrica de software num artigo para a IEEE.

 

Software Confiável; Princípios e práticas

Glenford Myers no seu livro Software Confiável discute conceitos de teste de software e afirma que o objetivo do testador é fazer o programa falhar.

1977

Fatores de qualidade de software

Jim McCall, Paul Richards e Gene Walters num trabalho para a força aérea americana listam 55 fatores de qualidade dos softwares

 

Métricas de Software

É publicado o livro Métricas de Software de Tom Gilbs que é considerado o livro base para um grande número de métricas de software.

 

Teste baseado em requisitos

Sem autoria conhecida é lançado o conceito de teste baseado em requisitos.

1979

A arte de testar software

Glenford Myers publica o primeiro livro somente sobre teste de software.

 

Qualidade é livre

Phillip Crosby descreve os seus famosos 14 passos para a melhoria da qualidade de softwares

80s

 

 

1981

Engenharia Econômica de Software

No seu famoso livro Software Engineering Economics Barry Boehm introduz o conceito que o custo de fixar um defeito cresce exponencialmente no tempo.

 

Computador pessoal da IBM ocupa o mercado

 

 

Fundação da Rational

Até ser comprada pela IBM em 2003 a Rational produz ferramentas para melhorar a qualidade dos softwares

1982

Repensando a análise e o projeto de sistemas

Gerald Weinberg descreve neste livro o desenvolvimento e o teste iterativo.

1983

Publicada a norma IEEE 829

A IEEE publica a primeira versão do padrão de documentação de teste de software

1984

Um manifesto sobre Sistemas de Informação

James Martin publica um manifesto sobre distribuição de defeitos onde afirma que metade dos defeitos tem a sua origem em requisitos mal definidos.

1985

Microsoft lança o Excel

A Microsoft lança a planilha Excel muito usada como ferramenta de teste de software.

1986

Publicação do modelo em V

Paul Book publica o modelo que pela primeira vez relaciona o teste ao ciclo de vida de desenvolvimento. Este modelo é ainda muito usado atualmente.

 

Fundação da SQE

A SQE serviu de base para que a indústria passasse a ver o teste como uma disciplina separada.

1987

Lançado o livro Guia Completo do Teste de Software

A editora Campus traduz e publica em português o livro de William Hetzel

1988

Introduzida a terminologia teste exploratório

Cem Kaner, Jack Falk e Hung Nguyen no seu livro Teste de Software introduzem pela primeira vez a terminologia teste exploratório. Este livro é também famoso pela abordagem pragmática dada ao teste de software.

 

Publicado o modelo CMM

Watts Humphrey publica o modelo CMM num artigo na IEEE.

 

O Crescimento do Teste de Software

Num artigo publicado na revista da ACM David Gelperin e William Hetzel discutem quatro modelos de teste e a evolução do teste de software.

 

Primeira ferramenta de gerência de defeitos (DDTS)

A empresa Qualtrak desenvolve o software DDTS (sistema de monitoramento distribuído de defeitos) para gestão de defeitos em ambiente Unix.

1989

Fundada a SIGIST

Geoff Quentin funda a SIGSIST (British Specialist Interest Group in Software Testing).

 

Fundada a Mercury

Até a sua aquisição pela HP em 2006 a Mercury lança diversas ferramentas de automação de teste.

90s

 

 

1990

Taxonomia de defeitos

Boris Beizer define a taxonomia de defeitos (classificação de defeitos) no seu livro Técnicas de Teste de Software

 

Pesticida Paradox

Beizer no mesmo livro demonstra o efeito do pesticida Paradox onde afirma quanto mais você testa tanto mais imune os defeitos ficam para os seus testes.

1991

Publicada a norma ISO 9126

Esta norma lista as seis características de qualidade que todo software deveria ter.

1992

Realizada a primeira conferência da STAR

A primeira conferência STAR (software testing análise e revisão) é realizada em Las Vegas.

1993

Realizada a primeira conferência EuroSTAR

Com o apoio da British Computer Society e organizada por Bill Hetzel é realizada em Londres a primeira EuroSTAR, o maior evento mundial em teste de software.

 

Scrum

Jeff Sutherland, John Scumniotales, e Jeff McKenna documentaram, conceberam e implementaram o Scrum na empresa Easel Corporation. Em 1995, Ken Schwaber formalizou a definição de Scrum e ajudou a implantá-lo em desenvolvimento de software em todo o mundo.

 

Tabelas de decisão

Daniel Mosley aplica pela primeira vez o conceito de tabelas de decisão em teste de software.

 

Criação do modelo W

Criação do modelo W para teste de software por Paul Herzich

1995

Publicação do TMap

Martin Pol, Ruud Teunissen e Erik van Veenendaal publicam o seu modelo de gerência estruturada de teste.

 

Primeira versão do software Winrunner

A ferramenta Winrunner é lançada pela Mercury.

1996

Primeiro projeto de programação extrema (extreme programming)

Kent Beck, Ron Jeffries e Howard G. Cunningham lançam o conceito de programação extrema.

1997

Fundação da sociedade holandesa TestNet

Criada a TestNet com o objetivo de divulgar informações sobre teste de software na Europa.

1998

Criação da ISEB Certificação em teste de software

A British Information System Examinations Board cria a primeira certificação européia em teste de software.

1999

Lançamento do TPI

Martin Pol e Koomen lançam o modelo Test Process Impromement voltado para melhoria de processos de teste de software.

2000s

 

 

2001

Lançamento do livro Qualidade & Teste de Software

Cândida Inthurn lança o primeiro livro que fala em teste de software escrito em português no Brasil

2002

Fundação da ISTQB

Criado na Europa e atualmente com sede na Bélgica o International Software Testing Qualifications Board órgão responsável pelo exame de certificação ISTQB Certified Tester

 

Lançamento do software IBM Rational Functional Tester

 

 

Criação da ALATS

É criada a ALATS – Associação Latino Americana de Teste de Software com sede no Brasil.

2003

Lançado o livro Teste de Software

Lançado por Emerson Rios e Trayahu Moreira o livro Teste de Software que é o primeiro sobre esse assunto especificamente escrito em português.

2003

Lançado o livro Testes de Software

Leonardo Molinari poucos meses depois lança o segundo livro especificamente sobre teste de software escrito em português

2005

Publicação do TMMi

É publicado a primeira versão do modelo TMMi voltado para melhoria de processo de teste de software.

2006

Realização do primeiro CBTS

Realizado no Brasil o primeiro exame CBTS – Certificação Brasileira em Teste de Software.

2008

Lançado o MPT – Melhoria de Processo em Teste de Software

Lançado no Brasil a primeira versão do modelo MPT voltado para melhoria em processo de teste de software.

 

2019

Lançamento do SQMMI

SQMMI foi lançado com uma proposta de ser um modelo ágil e aberto de melhoria de processo de teste e qualidade de software.

 

Fontes:          Joris Meerts – The Annotated History of Software Testing

                        Software Testing – Ron Patton

Voltar para listagem Artigo anterior Próximo artigo